Como funciona o Google Analytics em 2021?

Como funciona o Google Analytics em 2021

Como funciona o Google Analytics em 2021? Com a Transformação Digital nos últimos anos, empresas do mundo todo passaram a utilizar tecnologias digitais para solucionar questões como produtividade e quedas de desempenho, e desenvolver estratégias de marketing mais acertadas. Entre elas, destaca-se o Google Analytics, plataforma de análise de dados online do Google, que em 2021 promete trazer novidades importantes para alavancar os negócios na Internet.

A nova versão apresenta funcionalidades mais adequadas ao comportamento e experiência do consumidor, e às diretrizes e normas legais do setor digital. A pressão sobre a gigante de tecnologia no que diz respeito à privacidade de dados dos usuários fez o Google Analytics 4 se realinhar à tendência de redução do uso de cookies em sites. Segundo artigo publicado pela própria empresa, o novo Google Analytics fornecerá novos insights que serão essenciais para aprimorar as decisões de marketing e o ROI (retorno sobre investimento) das corporações.

Quer saber quais serão as novas funcionalidades da plataforma em 2021? Então, acompanhe a leitura!

Novos insights e métricas preditivas

O uso de learning machine não é nenhuma novidade para os clientes da plataforma. No entanto, a nova versão do Google Analytics oferece alertas automáticos às empresas sobre tendências em dados como a demanda crescente de um produto ou serviço, e a redução das taxas de rotatividade. Dessa forma, é possível antecipar ações e investir de maneira mais inteligente na retenção de leads.

Quanto às métricas preditivas, será possível analisar a receita potencial de um grupo de clientes para compreender comportamentos de consumo.

Análise do tráfego multiplataforma

Uma das principais preocupações das empresas é garantir experiências de qualidade aos seus clientes, baseadas não apenas em seu interesse, mas também nos diferentes canais por onde entram em contato com as marcas. Pensando nisso, o Google Analytic, em 2021, permitirá a análise integrada das interações feitas tanto no aplicativo, quanto na web. Isto é, as medições não serão feitas de forma fragmentada, por dispositivo ou plataforma, e sim com base nos clientes.

Outra novidade fundamental será a possibilidade de incluir nos relatórios as conversões e acessos feitos pelo YouTube, que sempre foi uma reinvindicação dos profissionais de marketing para melhor compreenderem os impactos de cada ação estratégica.

Maior integração com o Google Ads

Com essa funcionalidade, as marcas poderão construir uma audiência com perfil mais específico, o que por sua vez permitirá personalizar anúncios na web. Isso ocorre porque o novo Google Anlytics indica se os usuários chegam até a empresa por meio de campanhas pagas ou não, e em que fase da jornada do cliente se encontram. Dessa forma, é possível oferecer conteúdos específicos para pessoas que tenham o perfil do seu consumidor.

Relatórios baseados na jornada do cliente

Conforme já mencionamos, é muito importante que os profissionais de marketing possam trabalhar suas ações para cada fase da jornada do cliente. Com isso em mente, a nova versão estabelece de forma objetiva os meios pelos quais as empresas atraem, convertem e mantêm seus clientes. Portanto, os novos relatórios também são feitos de maneira integrada e fornecem dados importantes sobre a retenção e o engajamento dos clientes após a compra.

Nova abordagem para controle de dados

A urgência pela regulamentação do acesso, armazenamento e uso de dados dos usuários fez com que o Google Analytics incluísse em seu sistema ferramentas para ajudar as corporações com essa questão. Em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados, as empresas agora poderão coletar dados com o consentimento dos usuários, diminuindo os riscos de problemas jurídicos no futuro. A opção de exclusão de informações pessoais do banco de dados das empresas também assegura a privacidade dos clientes.

Novas regras sobre o uso de cookies em sites

Ainda sobre o aspecto da proteção de dados, o uso de cookies é muito mal visto pelos clientes mais desconfiados. A tendência é que a prática seja eliminada em breve, fazendo com que o Google Analytics 4 seja capaz de prever o comportamento dos consumidores por meio de learning machine, e com base no histórico deixado de outras maneiras na web. Futuramente, a plataforma incluirá a modelagem como método para preencher lacunas com dados incompletos.

Recursos de rastreamento de eventos, sem a necessidade de configurações especiais

Por fim, com a nova versão as empresas conseguirão visualizar as ações dos clientes em tempo real, seja do local ou aplicativo que for, sem a necessidade de configurar o rastreamento de eventos com uso de código, informações adicionais e tags.

Essas são apenas algumas das implementações feitas na principal plataforma de análise de dados do mundo para 2021. As vantagens do novo Google Analytics incluem o mapeamento dos clientes durante todo o seu ciclo de vida — da aquisição ao engajamento —, insights intuitivos para as estratégias de marketing, e uma experiência de qualidade dos usuários. Sem falar na regulamentação do uso de dados pessoais.

Gostou deste conteúdo? Então, visite nosso site e conheça nossos serviços de consultoria SEO para obter os melhores resultados na análise de dados da sua empresa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *