Como a gramática pode impactar no SEO do site?

Gramática no SEO sendo analisada por mulher que fazer anotações.

Muitos produtores de conteúdo e donos de empresas se perguntam se o uso de uma gramática correta na escrita dos textos de blogs e sites tem algum tipo de interferência no ranqueamento e no Search Engine Optimization (SEO).

Será que o Google pune de alguma maneira estes sites? Será que o ranqueamento é prejudicado? Vamos falar sobre isso agora!

Gramática e SEO

É muito comum acontecer, quando se está escrevendo um texto no computador, um pequeno erro de digitação. Também é mais comum do que deveria ser que este equívoco, seja de ortografia ou gramática. Mesmo que se faça revisão, este tipo de coisa acontece.

A dúvida quanto ao SEO e o ranqueamento de sites se torna muito mais preocupante, porque qualquer um que lida com Marketing Digital e produção de conteúdo sabe que o Google tem como principal objetivo dar ao seu usuário uma experiência positiva.

Será que um texto incorreto pode ser qualificado como uma má experiência para a ferramenta de busca?

Não há em lugar algum algo que afirme que um texto mal escrito, com a gramática incorreta cause qualquer prejuízo ao ranqueamento de uma página em qualquer buscador.

Existem cerca de mil critérios diferentes, utilizados pelos algoritmos, para o ranqueamento realizado pelo Google. E até onde se sabe, problemas de gramática e digitação não fazem parte deles.

O site SEO Roundtable entrevistou John Mueller, analista sênior de Trend Analytics do Google, sobre o assunto. Ele não acredita nesta hipótese para prejudicar o ranqueamento de alguma página.

Importância da boa redação

Embora não seja comprovado o problema, um texto bem escrito, com fluidez e boa gramática é muito melhor do que um ruim. Os algoritmos do SEO podem deixar passar. Mas muitos clientes não pensam desta maneira.

Existe muita gente que fica incomodada com textos mal escritos. Alguns desconfiam e é bem provável que estas páginas percam até vendas ou visitas por causa disto. Ou seja, não é apenas uma questão de SEO e ranqueamento. Os clientes estão de olho.

Se adequar aos critérios de ranqueamento é importante, no entanto, não deixe de fora aquela boa revisada nos textos para evitar erros. Muitos criadores de conteúdo ficam muito focados nestes critérios e esquecem que quem vai ler é um humano, inteligente e capaz, que pode não gostar dos erros que está vendo.

Sendo assim, o Google deve ser encarado como uma ferramenta que ajuda o seu site a ser encontrado por seus clientes em potencial. Mas ele não tem o poder de fazer com que estas pessoas se engajem e comprem em sua loja virtual, por exemplo.

Afinal, ao criar um conteúdo, o principal foco precisa ser o cliente. O que ele gosta e o que tem interesse é o que conta. Não apenas regras de SEO para que seu site fique nas primeiras posições. O texto precisa informar e tirar dúvidas de seus usuários. Eles são o foco.

No entanto, com o uso cada vez maior de busca por voz, a gramática pode, no futuro, virar sim critério de ranqueamento. Será que seu site estará preparado para essa mudança?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *